5 COISAS QUE APRENDI MUDANDO DE CASA | Karina Belarmino
Menu

5 COISAS QUE APRENDI MUDANDO DE CASA

Falando sobre: Cotidiano
02 jan 2017

Recentemente falei nas redes sociais sobre minha mudança de casa. Pois é, em plena correria de fim de ano, eu mudei de casa. E de cidade também.

Mas essa não foi minha primeira mudança, por isso não considerei uma tarefa difícil. Tirando as mudanças que fiz com minha família enquanto criança (porque dessas eu não me lembro muito bem), já mudei de casa SETE vezes, contando com essa última.

Parece muita mudança pra uma pessoa só, ainda mais que nem fiz 30 ainda, né? Mas cada uma delas foi muito produtiva e, pra falar a verdade, nem me incomodaram muito.

 

1014424_771213382944903_4269374191951225167_n

Casinha de SJC <3

 

A primeira foi difícil, foi num período sofrido da minha família, no meio da separação dos meus pais.
Depois dessa vez, mudei pela primeira vez sozinha, sem minha família. Fui morar com André por uns tempos, já que meu plano era uma mudança diferente alguns meses depois.
De lá eu me mudei pra Nova York, fiquei um tempo fazendo intercâmbio. E mesmo lá, eu mudei 2 vezes de casa em um ano.

Quando voltei pro Brasil foi outra mudança: André tinha se mudado pra São José dos Campos, então voltei já pra uma casa totalmente diferente.
São José foi uma cidade muito boa pra mim, apesar de eu morrer de desgosto por não ter nenhuma opção de faculdade pra mim (pra quem não sabe, estudei tecnologia da informação, mas ainda sonho com um curso de moda).
Mas tirando os contratempos, a soma dos 2 anos na ‘grande cidade do interior‘ foi muito boa pro meu crescimento pessoal e profissional.

 

15433796_1296989690367267_654954532142658349_n

 

Eu tenho uma vida um pouquinho diferente, pois a profissão do André requer uma certa mobilidade. E como o meu trabalho é bem mais flexível, aqui estou eu me mudando novamente 🙂

Minha última parada está sendo a cidade de Santos, no litoral Sul de São Paulo.
A vida segue uma loucura, porque a gente sempre acha que tudo vai se ajeitar bem rapidinho, mas na prática não é bem assim. As caixas continuam a ocupar espaço, os móveis da casa anterior não servem pra nova e as visitas à lojas de mobília e decoração começam a ser recorrentes.

Sem contar meu espaço de trabalho, que é uma coisa super particular, já que preciso de uma espécie de ateliê, equipada para gravar vídeos e também um escritório. Então está sendo um grande desafio!

Nos próximos dias escrevo um post com inspirações de ateliê pra vocês. Sem deixar de ir documentando passo a passo da montagem do meu aqui e no Youtube! 🙂

Mas, como tudo na vida, minhas mudanças me ensinaram várias coisas e eu queria dividir um pouquinho com vocês:

1. Por mais que você se organize, mudança estressa
Sim, mudança é uma coisa altamente estressante. Tem que lembrar de cada coisa, que olha… Desde lembrar de separar tudo que estava esquecido nos armários dos banheiros, até fazer cálculos mirabolantes de comida, pra não desperdiçar nada no dia de mudar, mas também não passar fome até esse dia chegar.

2. Você tem coisas demais
Essa me faz rir toda vez que penso a respeito. Eu, literalmente, tirei uma montanha de coisas antes de mudar, enquanto separava as caixas do que ia levar. Só que chegando na casa nova, adivinha só? Outra montanha de coisas que eu não sei porque trouxe. Essa última mudança principalmente me fez enxergar o quanto de coisa inútil e NOVA estava pesando na minha casa e, consequentemente, na minha vida.

3. Planejar uma casa/vida nova é um desafio bom
E eu não estou falando de comprar coisas não! Esse sentimento não tem nada a ver com coisas novas, tem a ver com novos olhares, mesmo que sobre as mesmas coisas. Por exemplo o desafio de colocar seus móveis numa sala nova, talvez até aí você veja que ainda tem coisas demais!

4. A chance de acertar onde se errou antes
Quando mudei pra SJC ainda não tinha ideia de que trabalharia na internet, então nada foi pensado pra essa atividade. No meio do caminho até tentamos fazer umas modificações pra melhorar a mobilidade das minhas gravações, mas ainda não era o ideal. Aqui é diferente, já chegamos com os erros e acertos listados na cabeça.

5. A oportunidade de um novo começo
Quantas vezes pensamos em como seria bom poder recomeçar alguma coisa, em todas as coisas que faríamos de outro jeito e em tudo que seria diferente. Mudanças de casa podem ser a porta aberta pra isso. Temos uma casa nova, (no meu caso uma cidade nova também) uma tela nova pra pintar, novos lugares pra conhecer, amizades pra fazer, gente boa pra cruzar nosso caminho. E, se você tiver uma pessoa pra dividir a vida, porque não um novo começo no relacionamento também? Vamos deixar as velhas brigas na casa antiga, aproveitar cada passinho da casa nova juntos. Tudo depende do tanto de otimismo que você emprega!

 

993424_583728808360029_544776510_n

Segunda mudança em NY

 

Estou tentando não ser ansiosa demais, deixando tudo tomar o curso normal e fazendo uma coisa de cada vez, mas é difícil. Parece que a vida está me escapando, que o controle fugiu da minha mão. Mas agora só me resta paciência mesmo. E pastinhas de ideias no Pinterest haha

E o mais importante de tudo: Em vez de reclamar por ter que mudar, decidi agradecer a oportunidade de um novo ciclo e um novo começo!

E vocês, já mudaram muito? Me contem!

  1. Gláucia disse:

    Olá Karina, estou nessa mesma vibe…estou de mudança para uma nova cidade, irei para um novo local de trabalho, novo apartamento e estou aproveitando suas ideias para montar meu cantinho de costura – comecei a costurar a poucos meses e adoro o seu canal. Beijos e Boa sorte nessa nova fase 🙂

  2. Silene Menezes disse:

    Parabéns por essa visão maravilhosa de mudança. .. afinal mudança é mudança, e que seja sempre pra melhor… Grande bj e muita sorte!

  3. Fabí disse:

    …Já mudei muitoooo Karina, desde de criança mudava de casa e também de cidade. Já perdi as contas. E depois de adulta com 23 anos já fui morar longe da família sozinha. Quando casei mudei p mais longe da família mais de quase uns 3000km. É sofrido mudar ficar longe da mãe principalmente. Agora vou ter que mudar de casa mais uma vez, na mesma cidade. Adoro seu vídeo. Tenho um blog que trato de assuntos diversos. Ajuda superar os meus períodos de depressão. Estou passando por momentos bem complicados. Entra no meu blog, gostaria que vc fosse minha seguidora. Queria divulgar ele. É recente. Sou sua seguidora YouTube e face. O meu é

  4. Débora disse:

    Que bacana vai ser vizinha da Marlene Mukai… Ela também mora em santos… Adoro está cidade, sempre que posso dou um pulinho em santos, tenho uma prima que mora aí… Desejo que seja muito feliz nesta cidade, vai adorar, é uma cidade com vida própria.. Não é aquela loucura de temporada. Boa sorte…bjs